A Barreiro Grande teve a honra de entrevistar o conselheiro do Leo Clube Fábio Coelho, onde ele expõe sua opinião sobre a política em Três Marias e fala sobre o que é preciso para melhorias na cidade.

Quanto tempo você mora em Três Marias? O que mais lhe chamou atenção em todos esses anos em nossa cidade

Sou nascido e criado em Três Marias e tenho 41 anos.

A hospitalidade que temos para com as pessoas que aqui chegam. Apesar de que muitas das vezes recebemos forasteiros que aqui caem de paraquedas e só nos damos conta disso depois que já aprontaram bastante.

O que o senhor (a) sonha para três Marias nos próximos anos?

Com instalação definitiva de uma faculdade. Pois se isso tivesse sido feito a cerca de 20 anos atrás como foi proposto na época, inclusive mobilizando estudantes e a comunidade, hoje certamente teríamos um povo mais culto e consequentemente uma cidade melhor.

O que você espera das eleições deste ano?

Pra ser sincero, não espero muita coisa. Pois os candidatos ao executivo que estão sendo comentados já são velhos conhecidos e sabemos bem o jeito deles de administrar. Quanto ao legislativo, creio eu que mesmo trocando alguns que lá estão, não teremos nada de extraordinário também. Tomara que eu esteja enganado.

Em sua visão qual é o cenário politico municipal nos próximos anos devido às crises que estamos passando?

Sabemos que em política, por mais que digam que não, mas sempre haverá perseguição. Temos hoje no cenário federal e estadual governos de uma filosofia e se quem ganhar no município não estiver alinhado com estes, certamente terá sua gestão comprometida.

Você vê mudanças maiores para Três Marias? Quais tipos de mudanças?

Infelizmente a curto/ médio prazo não. O que poderia nos surpreender seria a instalação definitiva dessa faculdade que foi anunciada. Mas creio eu, que isso ainda vai demorar um pouco mais e ficará para as próximas gestões. Isso se o projeto não for suspenso como da outra vez.

Qual é sua opinião sobre os quesitos saúde, educação e segurança na cidade?

Na saúde tivemos uma grande notícia que foi o perdão de uma dívida que o hospital tinha de cerca de 12 milhões de reais e que em minha opinião deveria ser mais divulgado à população, pois isso foi um grande feito, uma vez que agora se pode investir mais em equipamentos e profissionais.

Na educação tem essa situação da faculdade que é uma coisa primordial para a cidade e região.

Na segurança estamos deixando a desejar, pois estamos tendo um surto de assaltos na cidade em que os bandidos estão atacando os comércios à luz do dia. Também tem a questão do tráfico de drogas que já tivemos avanços no combate, porém nossas leis têm brechas que permitem aos bandidos a liberdade quase que imediata.

O que você acha que está faltando para o crescimento da cidade?

Uma coisa que sempre é prometida em campanhas políticas que é o investimento no potencial turístico que Três Marias tem. Inclusive vários comerciantes investiram na rede hoteleira e de restaurantes para receber os turistas. Mas até hoje não tivemos uma administração sequer que investisse nisso de fato. A começar pelo Terminal Turístico Praia Mar de Minas que até hoje não tem infra estrutura suficiente para receber tanto os turistas quanto os moradores que lá vão. Aquelas barracas que lá foram instaladas são uma vergonha e jamais seriam liberadas para funcionamento se fossem fiscalizadas por outro órgão que não fosse do governo. É um castigo para aquelas pessoas que ali trabalham e um perigo para o consumidor. Também temos outras belezas naturais que podemos explorar como as várias cachoeiras que temos em nosso município e que sequer as pessoas da cidade conhecem por falta de um trabalho bem feito. Ainda temos a questão da faculdade, que ao ser implantado traria estudantes de várias partes do país e que aqui teriam que gastar seu dinheiro com aluguéis de casas, quitinetes e também gastariam com alimentação, diversão, etc.

O que seria empreendedor e inovador o suficiente para que a crise não afete a nossa cidade?

Isso é uma coisa para se sentar, trocar ideias e criar as oportunidades. Hoje as coisas mudam muito rápidas e talvez o que a gente pensa que é inovadora agora, amanhã já não é. Mas acredito que se começarmos e demos continuidade a esses projetos do turismo e da faculdade, mesmo que estejamos tão atrasados com relação a outras cidades, ainda sim, colheremos bons frutos.

Há algo mais que você gostaria de dizer, que não foi abordado?

Acho que falamos sobre praticamente tudo. Quero parabenizar a iniciativa de vocês da revista que são jovens talentosos de nossa cidade, por esse projeto que vocês lançaram e creio cairá nas graças do povo trimariense. Também me coloco inteiramente a disposição no que precisarem para um maior sucesso no projeto de vocês. Abraço a todos!

Comentários

comentários