Iniciativa realizada anualmente pela Votorantim Metais e Instituto Votorantim reúne educadores e comunidades para mobilização a favor do ensino

O ciclo de atividades do programa Parceria Votorantim pela Educação (PVE) do ano de 2016 teve início em Três Marias e São Gonçalo do Abaeté com uma reunião de mobilização entre diretores, educadores, especialistas, alunos e representantes das comunidades desses dois municípios. Entre o final de março e início de abril, o PVE foi apresentado com o objetivo de envolver a comunidade e mostrar que todos podem participar ativamente da construção de uma educação de qualidade. Realizada pela Votorantim Metais e pelo Instituto Votorantim, em parceria com as prefeituras dos dois municípios, a iniciativa tem como tema em 2016 a Avaliação de Aprendizagem.

A partir desse tema, as atividades do PVE ao longo do ano em Três Marias e São Gonçalo do Abaeté irão propor reflexões sobre a educação em ambas as cidades, o que já tem sido feito e o que ainda é possível melhorar.  Além disso, crianças e adolescentes estão sendo envolvidos no processo para que possam dar sua contribuição e serem os protagonistas de uma melhoria permanente.

De acordo com Heloísa Pacheco, formadora do PVE, o objetivo desse primeiro ciclo é divulgar o trabalho que será realizado a partir do programa. “Fornecemos todas as informações necessárias para educadores, pedagogos e moradores, assim como mostrar as ações que ocorrerão ao longo do ano. Contamos com o envolvimento de todos para que conheçam o programa e possam disseminar sua ideia entre outras pessoas”, ressalta.

Também foi apresentado a cerca de 20 alunos o projeto “Desafios Criativos da Escola”, ação que será realizada em grupo pelos estudantes com orientação dos educadores. “Antes, o foco era nas redações individuais. Agora, teremos estudantes reunidos, trocando ideias e conhecimento. O objetivo é que eles aumentem a percepção crítica. Eles vão participar mais e também serão consultados sobre o que é preciso melhorar no ensino. As atividades desse projeto começaram em abril”, explica Heloísa.

Este ano, o PVE beneficiará 15 escolas públicas de Três Marias e sete de São Gonçalo do Abaeté. O intuito é refletir como está a educação em ambas as cidades e continuar contribuindo para a formação da gestão pública e mobilização da comunidade, sempre com foco na qualidade da educação na região.

Apresentação do PVE em São Gonçalo do Abaeté

O PVE também promoveu reuniões de mobilização em São Gonçalo do Abaeté. No município, os encontros foram divididos para que todos os públicos fossem contemplados. “Inicialmente, as atividades do programa em 2016 foram apresentadas à equipe da Secretaria. Depois, a pedagogos e formadores. Por fim, foram mobilizados os professores, a comunidade e os jovens. A oficina dos Desafios Criativos da Escola, inclusive, já começou”, explica o secretário de Educação de São Gonçalo do Abaeté, Fernando Antônio Borges.

De acordo com ele, todos os envolvidos estão muito animados com o PVE. “Desde que começou no município, no ano passado, o programa foi muito importante para melhorar o ensino. Para 2016, estamos ainda mais entusiasmados. Educadores e a comunidade já estão mobilizados e com boas expectativas para alcançar a excelência na educação”, avalia o secretário.

Antônio Carlos dos Santos, gerente geral da Unidade Três Marias da Votorantim Metais, exalta o início das atividades do PVE nos dois municípios. “Ao ter conhecimento sobre o PVE, educadores, especialistas e a comunidade conseguirão incentivar os jovens a se dedicarem mais aos estudos. A ideia do programa é envolver crianças e adolescentes no processo para que eles possam dar a sua contribuição, no intuito de serem os protagonistas de uma melhoria contínua da educação pública”, afirma.

Parceria Votorantim pela Educação

O PVE atua de forma articulada, a partir da parceria entre os gestores da Secretaria Municipal de Educação, as equipes escolares, a comunidade, as empresas do Grupo Votorantim, e parceiros como Comunidade Educativa CEDAC, Instituto Alana e Fundação Lemman. Em 2015, foram 13 municípios atendidos, com resultados para 234 escolas públicas e benefício direto para mais de 5 mil alunos. Para este ano, serão 18 municípios apoiados, com resultados para 291 escolas públicas.

A novidade deste ano é a entrada de seis novos municípios: Brasilândia/MS, Governador Mangabeira/BA, Juquiá/SP, Juiz de Fora/MG, Alumínio/SP e Caçapava do Sul/RS. Seguem fazendo parte do PVE as cidades de Selvíria/MS, Conceição da Barra/ES, Aracruz/ES, Cajamar/SP, Imbituba/SC, Paulista/PE, Primavera/PA, Três Marias/MG, Rondon do Pará/PA, Niquelândia/GO, Aripuanã/MT e São Gonçalo do Abaeté/MG.

Desde que começou em Três Marias, há seis anos, o PVE apresenta resultados surpreendentes com a mobilização de educadores e envolvimento de pais e alunoscom o projeto. As ações não ficam restritas às salas de aula e sempre estimulam a comunidade a criar um ambiente educativo. No município e em São Gonçalo do Abaeté, o PVE já passou por etapas importantes a favor da educação, como aplicação do Índice de Qualidade da Educação (Indique) nas escolas públicas, que identificou as vulnerabilidades e contribuiu para o planejamento de novas ações.

Comentários

comentários