Além dos altos pagamentos, cúpula deixa de pagar 224 pessoas e pede indenização por dano moral de R$ 85.000,00.

O ex-prefeito Vicente de Paulo Resende, juntamente com o ex-secretário de Planejamento José Antônio Vicente de Souza (Zé Antônio), a ex-secretária de Fazenda Dreidy de Fátima Silva e o ex-procurador do Município Matias Márcio de Lima e Silva, entram com pedido de censura à imprensa no Juizado Especial Cível e pedem cada um deles, R$ 15.000,00 (quinze mil reais) por dano moral, pela matéria divulgada na Barreiro Grande sobre as altas remunerações liberadas pelos quatro autores em dezembro de 2016.
Pedido de Censura, solicita que Portal não fale nada sobre os temas de interesse da população trimariense

Pedido de Censura, solicita que Portal não fale nada sobre os temas de interesse da população trimariense

Não leu a matéria, clique e entenda:
Vicente, que teve suas contas de 2014 reprovadas na Câmara Legislativa no dia 31 de outubro de 2016, também entrou com pedido de censura sobre a matéria realizada pela Barreiro Grande no dia 5 de dezembro sinalizando a intervenção administrativa no município e também o sucateamento da frota municipal, além de pedir R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) em indenização por dano moral, alega pobreza à Justiça. O advogado de todos os processos é o ex-procurador Matias.

Poucos com muito e muitos sem nada.

Além do explícito pedido de censura, vale lembrar à comunidade trimariense que, a revogação do decreto assinado no dia 14 de dezembro que autoriza os pagamentos retroativos com aumento ao prefeito, vice, procurador, secretários e superintendente do IPREM, fora assinado por Vicente de Paulo Resende e não houve publicidade sobre o fato, contrariando um dos princípios da administração pública, isto é, quase ninguém ficou sabendo, nem mesmo a Câmara Municipal que já entrara em recesso legislativo,.
Informações do Portal da Transparência apontam altos pagamentos para ex-Prefeito, vice, secretários, procurador geral e alguns comissionados.

Informações do Portal da Transparência apontam altos pagamentos para ex-Prefeito, vice, secretários, procurador geral e alguns comissionados.

O que estranhou a comunidade fora realmente, os altos valores recebidos, pois, em casos específicos, somam-se crédito de férias indenizadas por exoneração ou mesmo as férias propriamente ditas previstas na Lei Orgânica. Vários servidores municipais não entenderam a ação, pois alguns pediram benefícios parecidos para tratamento de saúde, como cirurgia e tratamento dentário, e foram negados.

Logo em seguida, no dia 15 em diante, iniciaram-se as exonerações dos secretários e pessoas ligadas a administração, para pagamentos ainda em dezembro. Os contratados que tinham suas datas de vencimento no dia 31, 224 (duzentas e vinte e quatro) pessoas de acordo com o Recursos Humanos da Prefeitura Municipal de Três Marias,  foram recebendo suas recisões de acordo com a diponilibiblidade do caixa da atual gestão, ainda há pessoas sem receber, valor é praticamente a metade do que o ex-prefeito, vice, secretários, procurador, e superintendente receberam, quantia esta que daria para pagar todos, sem exceção, e ainda receberiam um bom valor, aguardando assim, o restante do pagamento durante os primeiros dias da gestão do Bem Ti Vi.
Estamos falando, em sua maioria, de faxineiras, motoristas, zeladores e secretárias, gente que precisava do acerto salarial para colocar alimento em suas residências. O atual Prefeito Adair Divino da Silva, Bem Ti Vi, está pagando pelo pato, pois até projeto de lei na câmara fora aprovado no dia 16 de janeiro por unanimidade, no valor de R$ 600.000,00 (seiscentos mil reais) para pagamentos retroativos referentes a estes funcionários.
Clique e entenda:
O Portal da Transparência ficou fora do ar alguns dias e voltou a funcionar através da renovação de contrato, , possibilitando que os empresários e comerciantes retirassem notas ficais no município novamente. É importante lembrar, que os responsáveis pelas informações no Portal da Transparência, são justamente, os autores dos processos, o ex prefeito, ex-secretária de fazenda, ex-secretário de planejamento e ex procurador geral do município, uma tentativa clara de censurar uma informação que eles mesmos foram os responsáveis por criá-la.
No processo, o Ex-Prefeito de Paulo Resende informa que as matérias da Barreiro Grande, foram responsáveis, por influênciar negativamente o resultado das eleições municipais.

No processo, o Ex-Prefeito de Paulo Resende informa que as matérias da Barreiro Grande, foram responsáveis, por influênciar negativamente o resultado das eleições municipais.

Ressalta-se que há denúncia no Ministério Público e, sob ótica dos princípios da administração pública, deixa a dúvida à sociedade trimariense, e resalta-se, se todos os tramites foram legais, por que a censura? Legal acreditamos que sim, será que foi moral ou imoral?
Dinhheiro para poucos, daria para comprar três ônibus novos ou um ano de rémedios na farmacinha popular ou três anos de mensalidades pagas para todas as casinhas do Parque da Gemas ou pagar os 224 contratados e ainda sobrar R$ 30.000,00 para cada.

Os pagamentos para Prefeito, Vice, Secretários, Procurador, daria para comprar três ônibus novos ou um ano de rémedios na farmacinha popular ou três anos de mensalidades pagas para todas as casinhas do Parque da Gemas ou pagar os 224 contratados e ainda sobrar aproximadamente R$ 25.000,00 para cada.

Saúde, Amém! O resfriado que passou e não voltará tão cedo.

Hospital São Francisco foi o grande problema do ano de 2016 em Três Marias/MG

Hospital São Francisco foi o grande problema do ano de 2016 em Três Marias/MG

O outro pedido de censura realizado pelo ex-Prefeito Vicente de Paulo Resende, foi à matéria publicada pela Barreiro Grande no dia 5 de dezembro de 2016, que já sinalizava a intervenção administrativa no Hospital São Francisco,  após coletivas do Promotor de Justiça e recomendações do Ministério Público de Minas Gerais, no dia 14 de dezembro e também no dia 19,  o ex-Prefeito decreta assim, a intervenção no HSF com a ex-secretária como interventora, assustando a população.

Não leu a matéria, clique e entenda:

CÂMARA DOS VEREADORES DEBATEM SOBRE IRREGULARIDADES NO HOSPITAL E AGRAVAMENTO DA SAÚDE EM SEÇÃO EXTRAORDINÁRIA

DEBATE SOBRE A SÁUDE NA CÂMARA ESQUENTA CAMPANHA ELEITORAL, FALTA DE REMÉDIO FOI A PAUTA

Coletiva de imprensa sobre a troca das interventoras na Fundação de Saúde

Coletiva de imprensa com o atual Prefeito Bem Ti Vi, sobre a troca das interventoras na Fundação de Saúde

É comum à todos a falta de remédios que a cidade viveu nos últimos meses, os problemas com os especialistas no hospital por falta de pagamento, a falta de alvará de funcionamento no Hospital, e a dívida, que fora empenhada de 2016 para 2017 em mais de R$ 1.000.000,00 (hum milhão de reais), vale lembrar que, o atual Prefeito, Bem Ti Vi, convocou toda a imprensa trimariense para a coletiva no dia 13 de janeiro, anunciando assim, as novas interventoras no HSF, Jô e Alexandra, tranquilizando a população, em acordo como MPMG que indicou o Instituto Laborare para gerir a Fundação de Saúde Três Marias.

Clique e entenda:

O Rei da Sucata, o inelegível.

Frota sucateada exposta em praça pública

Frota sucateada exposta em praça pública no dia 13 de janeiro de 2017

Na mesma matéria, a Barreiro Grande já denunciava o sucateamento da frota trimariense que prejudicava o trabalho da saúde, com ambulâncias fora de conservação, e carros literalmente parados. Ainda na sexta-feira 13, Prefeitura Municipal de Três Marias, expôs em praça pública 31 carros sucateados, fora os que não tinham rodas para chegar o local, inclusive, o Chefe da Garagem, Gê, informou que carros e ambulâncias da Prefeitura foram recolhidos pelos órgãos fiscalizadores, a PRF, entre eles, um Clio, uma Van e uma Ambulância, esta que estava com documento atrasado, em nota à PRF informou “…o veículo da prefeitura estava irregular e comprometendo a segurança no trânsito e dos próprios passageiros…”. Foi ao ar também, informando sobre o sucateamento da frota, o Presidente da Câmara Niator Figueiredo (PRTB) e o vice presidente Joaquim Simão (PTB), reforçando o apoio da Câmara ao novo prefeito.

Clique e entenda:

POLÍCIA RODOVIÁRIA RECONHECE MÁS CONDIÇÕES DA FROTA MUNICIPAL DEIXADA PELA ADMINISTRAÇÃO ANTERIOR E REALIZA APREENSÕES

SUCATEAMENTO DA FROTA MUNICIPAL VIRA EXPOSIÇÃO EM TRÊS MARIAS

Áudio pós votação, repercurtiu de forma negativa à sociedade trimariense

Áudio pós votação, repercurtiu de forma negativa à sociedade trimariense

Ainda na reportagem, havia a informação sobre a votação da Câmara Municipal, no dia 31 sobre a rejeição das contas de 2014, devida a triangulação dos pagamentos na saúde, de acordo com o parecer técnico da comissão de contas. Ainda em agosto, de acordo com matéria do G1, aqui e aqui, o TSE fixa regra, que só vereadores tornem prefeito inelegível. Vale lembrar, que vazou um áudio do ex-prefeito no whatsapp que espantou a cidade, dizendo, “inelegível eu não vou ficar” com expressões chulas, que não cabem aqui serem reescritas, e atualmente há a possibilidade, dos vereadores que se sentiram ofendidos, tramitam ações judiciais.

Três Marias não é sua empresa.

 
Pedido de Justiça Gratuita do Autor Vicente de Paulo Resende

Pedido de Justiça Gratuita do Autor Vicente de Paulo Resende

Os 5 (cinco) processos iniciados por Vicente e sua cúpula, são em suma, um claro pedido de censura, um atentado à livre manisfestamento do pensamento, à liberdade de imprensa. O dinheiro não compra tudo, e o resultado das eleições de 2016 foi um fato concreto, vide às diversas denuncias no TRE. Mesmo com mais de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) na declaração na candidatura, R$ 1.000.000,00 (hum milhão de reais) recebido em 4 (quatro) anos de mandato, com um recebimento em mais de R$ 183.000,00 (cento e oitenta e três mil reais) no último mês, Vicente de Paulo Resende, entra com processo alegando pobreza, solicitando gratuidade à justiça comum. É apenas um exemplo do que realizou na cidade, de acordo com pesquisas mundiais, todo candidato a reeleição tem 85% de chances de vitória, Vicente encaixou-se no, 15 de Eduardo Cunha, no 15 de Renan Chalheiros, no 15 de Temer, nos 15% que conseguem perder uma reeleição, prometeu e não cumpriu, se fosse realmente bom gestor, seria reeleito, a carreata da vitória teria funcionado, a festa da vitória também, foi muita purpurina e pouca ação.

Clique e entenda:
Neglicenciou a saúde, o turismo, o esporte, à segurança, à assistência social. Neglicenciou seus companheiros, o servidor público, o povo de Três Marias. E com todo o respeito que temos pela figura pública do Ex-Prefeito, entre o dinheiro e povo, Sr. Vicente. Escolhemos o bem do nosso povo.

Comentários

comentários